Identidade visual para o restaurante Moringa, que valoriza os produtores locais e os insumos da Serra da Mantiqueira. Em parceria com Arado.

A araucária, a pinha e outros elementos da região serviram de inspiração para a criação da identidade visual.​​​​​​​

Os desenhos foram feitos à mão, em nanquim, pelo Arado.​​​​​​​

Contexto
Moringa é um restaurante inaugurado em junho de 2019 em Campos do Jordão, formado pelos sócios Vitor Rabelo, Vitor Pompeu e Anderson Cesar, e que nasce com o intuito de ser um importante ponto de convergência dos insumos da Serra da Mantiqueira, como queijos, embutidos, azeites, bebidas etc. além de oferecer uma cozinha autêntica e de afeto.

Desafio
Desenvolver a construção da marca de um restaurante que ainda não existia, mas que é fundado por 3 profissionais atuantes há tempos no segmento de Alimentos e Bebidas – com experiência tanto dentro da academia, sendo os 3 professores dos cursos de graduação e pós graduação do Senac Campos do Jordão, quanto do mercado. O restaurante preza pela importância dada aos insumos e produtores da região e isso deveria estar presente na estratégia criada para a marca e também na identidade visual desenvolvida.

Solução
Como parte da metodologia que utilizamos para a criação de projetos desse tipo, desenvolvemos a Essência e a Síntese da marca, adotando os pilares “cultura”, “local” e “hospitalidade”. Nessa etapa estratégica, foi substancial a pesquisa desenvolvida pela parceria com o Arado a respeito das particularidades da Serra da Mantiqueira. A partir de uma pesquisa visual com letreiros de peças gráficas de décadas passadas, de fachadas de estações de trem e de placas de balneários e fontes medicinais da região, criamos as letras do logotipo – que também reverenciam em seu desenho formas da paisagem da região como montanhas, rios e a própria moringa. As ilustrações – feitas com pincel e tinta nanquim para obter uma estética mais fluida e natural – sintetizam elementos como a folha das araucárias, o pinhão, queijos e demais símbolos.